Qual melhor opção para Profissional Liberal? Trabalhar com pessoa física ou abrir uma empresa?

No Brasil, um número significativo de profissionais liberais atual como pessoa física.

Trabalhar como Pessoa Física (PF), leva a duas situações possíveis:

1. O profissional, sabe separar o que são as receitas e custos da empresa e o que é a retirada como pessoa física.

    a) Resultado: Ele vai pagar mais imposto como pessoa física; A alíquota pode chegar a 27,5% (*) de tudo que declarar.

(*) (Há uma tabela de descontos, que pode reduzir este valor, no caso da alíquota de 27,5% o desconto é R$ 869,36).

2. O profissional declara apenas parte dos seus rendimentos, para pagar menos imposto.

    b) Resultado: Ele está cometendo um crime fiscal. A Receita Federal pode alcançá-lo na “Malha Fina” e o custo com multas, juros, correção monetária e custos jurídicos, certamente será muito alto.

Obrigações para Profissionais Liberais que atuam como Pessoa Física:

Como PF (pessoa física) ou como autônomo, o profissional fica responsável por fazer a escrituração do livro caixa (pode ser um livro físico mesmo, ou uma planilha de Excel), ou seja, controlar toda sua movimentação fiscal:  Lançando os recibos emitidos a clientes, todos os pagamentos realizados a prestadores de serviços e fornecedores, para assim apurar o imposto devido e pagar o carnê-leão (**). No site da Receita Federal, tem um programa onde é gerado o Carnê Leão. Com base nas informações que o profissional insere na planilha do site, de onde é gerado o carnê, o sistema gera então uma DARF – (Documento de Arrecadação para a Receita Federal), para o pagamento.

(**) O carnê-leão é o recolhimento mensal obrigatório do IRPF, a que está sujeito o contribuinte, pessoa física.

Veja a tabela a seguir:

Abrir uma Empresa (Pessoa Jurídica)

Aqueles que optam por  abrir uma empresa, tem os seguintes benefícios:

  • Pagam menos impostos;
  • Distribuição de Lucros da empresa para o profissional, Isentos de Tributação;
  • Mais facilidade para contratar empregados;
  • Podem ter acesso empréstimos e financiamentos mais baratos.

Na PJ o profissional é obrigado a ter:

  • Escrituração contábil; 
  • Emitir notas fiscais de prestação de serviço; 
  • Fazer a DMED (Declaração de Serviços Médicos e de Saúde) anualmente; 
  • Caso tenha empregados, terá obrigações a serem entregues sobre a folha de pagamento e dependendo do regime tributário que sua empresa for enquadrada terá outras obrigações como SPED (***), por exemplo.

(***) O SPED é o Sistema Público de Escrituração Digital, por meio deste sistema são transmitidas várias declarações, como por exemplo a EFD-Contribuições (Escrituração Fiscal Digital), que é um arquivo digital com as informações das contribuições a pagar em determinada competência. 

Qual a melhor situação: PF ou PJ?

Esta resposta, assim tudo que se trata de imposto no Brasil, não é simples:

  • O que fazer? Como fazer?

Converse com nosso especialista: Ele vai analisar o seu caso em particular e vai orientá-lo sobre como proceder, de modo que você pague certo, de acordo com seu momento na carreira e com o tipo de atuação que você tem.

Para conversar com um especialista do Meu Contador Prime: Clique aqui.