Como pagar menos impostos?

Todos nós sabemos que, por lei, somos obrigados a pagar e declarar nossos impostos para a Receita Federal, porém o que muitas pessoas ainda não sabem é que é possível reduzir o valor a ser pago com algumas dicas e orientações que são pouco conhecidas.

Por isso, ao longo do texto iremos listar alguns pontos fundamentais que podem te ajudar a economizar dinheiro na hora de efetuar o tão temido pagamento de impostos.

  • Fazendo um bom planejamento tributário

A equipe de Meu Contador Prime pode lhe ajudar a fazer a escolha certa sobre qual será o melhor regime tributário para sua empresa.

Abaixo elencamos algumas dicas que podem lhe ajudar a refletir sobre seu novo negócio e como pagar o menor imposto possível, sempre dentro da lei.

1 – Procure fazer uma planilha estimando os valores de cada uma das as seguintes informações:

  1. Faturamento mensal estimado;
  2. (-) Impostos: Irá depender do regime tributário adotado
  3. (-) Despesas: Por exemplo: Aluguel, Luz, Internet
  4. (-) Custos: Por exemplo: Se você tem um comércio e compra produtos para revender, se você vende produtos que precisam de embalagem, se são entregues via Correios, ou seja, os custos que fazem parte de sua atividade principal.
  5. (-) Folha de pagamento: se a empresa tiver empregados
  6. (-) Pró-Labore: A remuneração do sócio que trabalha na empresa
  7. (-) Lucro

Quando você monta uma planilha simples como essa, fica muito mais fácil planejar o seu negócio. A equipe do Meu Contador Prime pode lhe ajudar em cada um destes 7 itens listados acima.

Uma boa opção em certos casos é ter mais de uma empresa. Por exemplo, uma indústria e uma empresa de comércio e distribuição. Isto porque você pode pagar menos impostos do que se você tivesse apenas uma única empresa.

A escolha do regime tributário certo, pode fazer toda diferença.

Uma das grandes contribuições que a equipe do Meu Contador Prime pode lhe dar é lhe orientar sobre qual o melhor regime tributário para enquadrar sua empresa.

Nós vamos fazer um estudo das suas informações e da sua situação como um todo para lhe orientar se o regime tributário certo para sua empresa é o Simples Nacional, o Lucro Presumido e mesmo o Lucro Real

A seguir fizemos uma breve descrição sobre cada um dos principais regimes tributários:

Simples Nacional

Para empresas de pequeno porte, o regime mais comum é o Simples Nacional pois tem uma carga tributária menor.

O Regime do Simples Nacional é baseado em tabelas de faturamento que define o imposto a pagar, em função do faturamento.

O empresário só paga uma guia, o DAS (Documento de Arrecadação do Simples). Isso facilita muito o trabalho pois, como o nome já diz; torna a definição e pagamento do tributo mais Simples.

As empresas que podem se enquadrar no Regime do Simples Nacional pode ter faturamento anual de no máximo 4,8 milhões.

Lucro Presumido

Dependendo da natureza do negócio, o regime do lucro presumido pode ser mais vantajoso ou até mesmo obrigatório.

De qualquer modo, o governo estima que o lucro presumido do seu negócio é 32%. Se de fato seu negócio lucra mais que 32%, o enquadramento no regime de lucro presumido pode ser melhor, pois sua empresa irá pagar menos imposto.

Certas categorias de profissionais liberais se enquadram obrigatoriamente no regime do lucro presumido.

Lucro Real

Caso sua empresa tenha um lucro menor que o estabelecido pelo governo como presumido, a melhor alternativa pode ser o enquadramento no lucro real, pois nesse caso os impostos incidirão sobre o lucro efetivamente apurado.

A equipe do Meu Contador Prime pode lhe orientar sobre qual o melhor regime fiscal para sua empresa.

Outra dúvida recorrente: É melhor fazer uma retirada de dividendos ou ganhar pró-labore?

Quando um sócio ganha pró-labore (Remuneração do sócio que trabalha na empresa), ele tem que pagar imposto de renda e contribuição previdenciária sobre o valor.

Uma alternativa para remunerar o sócio é a retirada antecipada de dividendos, ou seja uma retirada de parte do lucro da empresa, sobre o qual há uma redução significativa de imposto. Entretanto, tenha atenção, para retirar parte do lucro é preciso que a empresa tenha lucro.

Esta análise sobre ganhar pró-labore ou retirar dividendo não é tão simples assim, pois existe casos onde algumas atividades que se enquadram no Anexo V do Simples Nacional que estão sujeitas a um chamado Fator R, que podem reduzir o imposto a pagar. Em casos assim, já é melhor retirar mais pró-labore.

Consulte um especialista do Meu Contador Prime. Ele vai lhe orientar, no seu caso em particular se o melhor é maior Pró-labore e mais retirada de dividendo.